Cajuzinho

Só pra recuperar todas as calorias que perdi caminhando e correndo durante 1h todos os dias dessas últimas semanas, fiquei com vontade de comer cajuzinho, daqueles mesmo de festa infantil. Como não tenho mais primos pequenos, e como é constrangedor ser a única pessoa acima de 150cm de altura em volta da mesa do bolo pronta pra atacar, fazer em casa foi a melhor opção.

O que precisei: um pacote de amendoim já torrado e sem casca, açúcar refinada e achocolatado em pó. Só isso? Só!



Modo de fazer: Como fiquei com preguiça de ir ao supermercado comprar açúcar refinada, bati o açúcar no liquidificador mesmo, mais ou menos um copo e meio.



Vire tudo em um pote e reserve (eu sempre quis falar isso *_*). Depois bata o amendoim aos poucos, até virar uma farinha. Bata só um pouquinho de amendoim, e por pouco tempo. Se bater muito vai virar uma pasta super legal, mas seu liquidificador vai queimar, true story. Depois de bater todo o amendoim, vire em uma vasilha grande, tipo aquelas de batedeira. Coloquei umas 4 colheres de achocolatado e umas 6 de açúcar, mas se preferir pode colocar mais. 

Agora vem a parte bacana que faz um mini cajuzinho custar 2 reais na padaria: colocar a mão na massa, literalmente. Você vai amassar essa farinha louca até o amendoim soltar óleo e dar consistência. Vai virar uma massa boa de modelar, mas pra isso tem que amassar muito


Quando estiver soltando da vasilha, é só enrolar bonitinho e passar no açúcar!


Bom, o meu não ficou lá muito bonito, mas ficou uma delícia! Vale a pena ficar amassando durante horas. Espero que gostem também!

Um comentário:

Carolina. disse...

eu nunca comi cajuzinho caseiro, acredita? só os industrializados :~
deu super vontade!!