Irritante



Você me irrita por ser inquieto, por batucar na mesa o tempo todo. Por falar coisas idiotas, e por sempre chegar atrasado. Também me irrita quando você gripa, e age como se estivesse em fase terminal. Me irrita quando come meu chocolate, e quando pega o maior pedaço de pizza. Quando me atrapalha na cozinha, me chamando pra assistir algum vídeo de carros. Me irrita quando faz pirraça, e quando não me deixa experimentar roupas. Quando fica deitado, imóvel, enquanto estou te chamando pra me ajudar com a louça. Me irrita o modo como você dirige. E como me abraça muito apertado, e perco a respiração. Me irrita tanto quando faz cócegas no meu pé, que quase te dou um chute na cara. E me irrita também o fato de você achar isso muito engraçado. E quando já estou irritada, e você acha graça, fico cinquenta vezes mais irritada.  Me irrita o modo como lava louça, parecendo que está lavando a casa. Me irrita também sua bagunça. Sua música alta, e sua preguiça. E me irritou hoje, quando ofereceu dinheiro pro meu irmão mais novo te ajudar a me irritar. 

Você sabe exatamente como me deixar tremendo de raiva, sabe me levar ao ápice da minha ira. Mas a verdade mesmo é que eu adoro tudo isso. E também adoro te irritar. Te amo, irritante.

3 comentários:

Carolina. disse...

oun!

não sei se teve alguma influência para ti enquanto escreveu esse texto, mas eu li no ritmo daquele poema que a Julia Stiles declama em 10 coisas que eu odeio em você <3

tão lindo!

bom fim de semana, ;*

Lídia disse...

Haha teve sim! Eu adoro esse filme!
Percebi isso quando comecei a escrever e deixei rolar!

Obrigada!

Ursula Andress disse...

vamos torcer ne?1
http://www.pinkwomanfashion.com