Duas Décadas



A gente pisca os olhos e já é aniversário de novo. Me disseram que depois dos 15, os 20 chegariam rápido, e que depois dos 20 o tempo passa voando. E é verdade. Até outro dia minha maior indecisão era pra escolher a capa do caderno, e a maior preocupação era se o boy gostava de mim ou não. Hoje, com duas décadas nas costas, minhas preocupações já são de gente grande. É difícil sentir que o futuro com o qual você sonhava a pouco tempo atrás, chegou. É agora! 

Chega uma hora que essas festinhas já não têm mais graça (e pra mim essas festinhas nunca tiveram muita graça). Você está solteira, e namorar é a última das suas preocupações. Percebe que seus amigos cabem na ponta dos dedos, e que esse tanto de gente em volta não faz parte da sua vida. Vê aqueles poucos amigos indo pra longe, e começa a pensar sobre solidão... Não quero ficar sozinha... e tenho medo. Dificilmente encontra aqueles parceiros de infância, afinal todos têm muita coisa pra fazer, e as vezes cada um mora em um canto do país. Sente que o tempo está passando rápido, mas se olha pra você mesma a dois anos atrás, mal se reconhece. É confuso, assim mesmo.

Agora é a hora de se afirmar, perante você mesma e aos mundo. Se posicionar, dar a cara a tapa e enfrentar os maiores desafios. Já faço minha comida sozinha (e muito bem por sinal), já moro sozinha, pago minhas contas e lavo minhas roupas, tudo sozinha. Já planejo meu futuro e tomo minhas próprias decisões. Tenho 20, vinte, XX anos. E espero estar inaugurando o que dizem ser a melhor época da minha vida. Luz, câmera, ação!

3 comentários:

Débora Delgado disse...

Eu tenho 18 e já tô vendo muito do que vc disse acontecer, principalmente a parte dos amigos =/
Gostei do texto, pura verdade!
Beijo
http://agarotaeotempo.blogspot.com.br/

Amanda Inácio disse...

Sou suspeita para falar, mas os vinte's são incríveis!!
Amei a foto :)
Beijinhos

Am
http://vinteepoucos.com.br/

Rhayanna Santana disse...

Fiz 20 em Junho. E juro, parece que desde então o tempo passou voando. Eu não me surpreenderia nada em dormir hoje e amanhã acordar e já ser natal. Realmente parece que as coisas andam bem mais rápidas depois dos vinte. Adorei as coisas por aqui e pretendo voltar mais vezes. Beijos! :*